Alô, é da “Iquisda” Maputo?

A

Design de Interação e as lições do dia

Faltavam aproximadamente 2 horas para o nosso primeiro meetup. Eu acabava de levantar o material que faltava para termos tudo apostos. O meu telemóvel toca. Eu atendo, e a voz no outro lado da linha pergunta: “Alô, é da “Iquisda” Maputo?” eu respondo de volta dizendo que não havia percebido a pergunta, e o interlocutor repete: “é da Iquisda Maputo?”…fez se 5 segundos de silêncio, e foi então quando eu percebi: “Ahan, IxDA Maputo, sim, é sim da IxDA Maputo” e continuamos a conversa. Ele queria saber se ainda havia espaço para mais um no nosso meetup. Infelizmente já havíamos chegado ao limite de convidados.

Quando o relógio marcou 17h35 já estávamos no Café Acácias, os participantes começavam a chegar, 25 minutos depois o nosso meetup começou. Nos, havíamos reservado lugares para 15 pessoas, estavam lá 32. “A casa estava mais do que lotada”. Fiz o discurso de abertura, mas logo retirei-me para dar espaço a nossa mestre da noite, Mehera Kvam (em breve farei um post dedicado a Mehera). Lições de Vida do Design de Interação, foi a proposta da nossa oradora para a noite. Falamos sobre Design, sobre o Designer e também sobre o foco principal que o design deve ter, o utilizador.

A Mehera fez uma breve cobertura sobre a História do Design, tendo esta começado nos meados de 1994, quando a interação homem-máquina era feita em computadores de mesa, as regras do bom design eram só sobre usabilidade e as pessoas que trabalhavam na área eram chamadas de Arquitectos de Informação. Ainda no mesmo contexto, falou sobre a tecnologia Flash e sobre como o HTML emergiu através da Apple. Design de Interação e lições da vida, é sobre como como o Designer de Interação deixou de ser arquitecto de usabilidade para a pessoa responsável por um ecossistema onde toda a interação e micro-experiência é importante. No final a Mehera re-afirmou sobre o poder das tecnologias para melhorar a condição humana e quão é importante que cada um de nós faça a sua parte.

Após a apresentação, os participantes colocaram suas dúvidas sobre como poderiam adoptar algumas das “boas práticas” sugeridas pela Mehera nos seus projectos pessoais.

Muitas lições foram tirados durante o nosso primeiro meetup, mas a primeira e a mais importante de todas iniciou 2 horas antes do meetup, com a chamada do jovem que leu o nome da IxDA em Português (Iquixda Maputo). Nós, lemos em Inglês (aieckxidiei Maputo), era suposto nos estarmos a espera, mas não, assumimos que todos as pessoas pensavam, liam e interpretavam as coisas como nós, que se veio a provar não ser verdade. Nos, uma organização de design não nos focamos nos utilizadores. Ficou a lição.

Até a próxima!

Por guidione

Sobre mim

O meu nome é Guidione Machava e guidi.one é o meu blog pessoal. O meu canto na web, onde partilho ideias, conceitos e sugestões de princípios usabilidade em projectos centrados no utilizador (user).

Partilho também notas das aulas online e presenciais que tenho frequentado que acredito que agregam valor a qualquer profissional na área de UX Design.

Queres saber mais sobre mim? Segue-me nas redes sociais.